O Mundo De Nossas Pequenas Amigas As Formigas

baixe o livro

Download (PDF)
os comentarios

OS CAPITULOS DO LIVRO

< <
1 / total: 2
O MUNDO DE NOSSAS PEQUENAS AMIGAS AS FORMIGAS - Harun Yahya Stories for Thinking Children 1 - Harun Yahya


O MUNDO DE NOSSAS PEQUENAS AMIGAS AS FORMIGAS

 

O MUNDO  DE NOSSAS PEQUENAS 
AMIGAS AS ORMIGAS

Harun Yahya

 

BEM VINDO AO MUNDO DAS FORMIGAS!


Em seu caminho para a escola todos os dias, Omar segue até o jardim da casa do outro lado da rua e espera um pouco. Um amigo seu muito especial mora neste jardim. Ninguém conhece este amigo, mas Omar o ama muito. Omar nunca esquece de visitar seu amigo, e aprecia muito a amizade entre
eles. Afi nal de contas, ele tem um amigo que é mais inteligente do que qualquer outro. Apesar de ser bem pequeno no tamanho, seu amigo pode fazer muitas coisas importantes.
Ele também é muito trabalhador. Ele faz todos os seus
serviços muito bem e no tempo certo, como se fosse um
soldado num exército. Embora não vá à escola como
Omar, ele executa com sucesso as muitas tarefas
que precisa fazer em sua vida.
Você está se perguntado quem é este
amiguinho, não está?


O amigo secreto do Omar é uma formiguinha, que
pode fazer muitas coisas maravilhosas.

Você pode nunca ter ouvido sobre quão habilidosas
e inteligentes são as formigas. Alguns de vocês podem até pensar nelas como simples insetos que vagueiam por aí o dia todo sem fazer nada. Mas aqueles que pensam assim estão enganados, porque as formigas, tal como muitos outros seres vivos, também têm sua própria vida. Omar tem a chance de aprender sobre os detalhes desta vida com seu amigo. Esta é uma das razões por ele nunca deixar de visitar seu amigo e de aproveitar tanto suas conversas com ele.

Omar está muito impressionado com as coisas que aprende com seu amigo sobre o mundo das formigas. Ele quer partilhar com outras pessoas tudo que aprende sobre os talentos de seu amiguinho, sobre sua inteligência e todas as suas outras características superiores.

O que, então, deixa Omar tão entusiasmado? Por que ele está tão fascinado pelo mundodasformigas? Você deve estar se perguntando por que. Então, continue lendo …

As formigas têm mais representantes de sua própria espécie neste mundo do que a maioria de outras criaturas vivas. Para cada 700 milhões de formigas que vêm ao mundo, há apenas 40 seres humanos recémnascidos. Em outras palavras, o número de formigas no mundo está muito acima do número de seres humanos.

As famílias de formigas também são muito grandes. Por exemplo, você provavelmente tem uma família de 4 a 5 pessoas. Numa família de formigas, porém, algumas vezes há milhões de formigas. Agora, pense por um minuto: se você tivesse milhões de irmãos e irmãs, vocês conseguiriam viver numa casa só? Claro que não!

Os surpreendentes aspectos sobre as formigas não param aqui. Apesar do fato de que milhões delas vivem juntas, elas não têm problema algum umas com as outras, não há confusões nem desordem. Elas vivem uma vida extremamente bem planejada e todas obedecem às regras.

Algumas famílias de formigas são costureiras, outras cultivam suas próprias fazendas de alimentos, e outras ainda cuidam de pequenas fazendas onde elas criam animais menores. Da mesma forma que os seres humanos criam vacas e usam seu leite, as formigas criam pequenos pulgões de plantas (ou afídios) e usam seu leite.

Agora vejamos o que Omar tem a dizer sobre o mundo das formigas:

Formigas tecelãs são costureiras
habilidosas. Elas combinam folhas puxando-as de dois lados e costuram as folhas uma à outra. Desta forma, elas fazem uma boa casa para elas mesmas.

 


Formigas porteiras guardam seu ninho.
Elas fazem este trabalho muito bem. Outras formigas também são muito trabalhadeiras. Elas fazem todo o trabalho do ninho.

Omar: A primeira vez em que o vi foi quando eu percebi sua pequenina cabeça emergindo da terra. A cabeça dele chamou minha atenção, porque era um pouquinho maior que seu corpo. Eu fi quei imaginando por que sua cabeça era daquele jeito e comecei a observar meu pequeno amiguinho. A cabeça grande em seu corpinho o estava ajudando a servir de guarda
à entrada do ninho. Você quer saber como? Ele estava verifi cando se as formigas que tentavam entrar no ninho pertenciam à sua própria família ou não, e não as deixava entrar se fossem estranhas.

Logo após eu tê-lo visto, encontrei-me com ele e pedi-lhe que me dissesse o que estava acontecendo do lado de dentro. Meu amiguinho entendeu minha curiosidade, e começou a me contar a respeito. O que mais me intrigava era como as formigas com cabeças
grandes reconheciam as outras do seu ninho e permitiam que entrassem.

Trabalhadores
ativos em
serviço.


Formigas conversando” uma
com a outra pelo toque..

A Formiga: Omar, deixe-me dizer-lhe primeiro que nós chamamos nossas famílias de ‘colônia’. Em outras palavras, nós vivemos em comunidades chamadas de colônias. Uma formiga pode dizer facilmente se uma outra formiga pertence à sua própria colônia ou não. Ela faz isso tocando o corpo da outra formiga com sua antena (pequenas e fi nas hastes que saem do alto de sua cabeça), que a ajudam a distinguir estranhos, graças ao ‘cheiro da colônia’ que elas têm. Se a formiga for uma estranha, então nós não podemos deixá-la entrar em nossa casa. Além disso, nós até podemos ter de usar a força para mandá-la embora.

As formigas não querem que
estranhos ntrem em seus ninhos, porque isto ameaçaria
sua segurança. Elas nunca
hesitam em entrar numa briga para proteger seu ninho e suas
amigas.

Omar fi cou surpreso ao ouvir sobre o perfeito sistema de segurança delas e fi cou pensando em como os estranhos que tentavam entrar no ninho ousavam fazer tal coisa. Quando ele falou sobre isso com seu amigo, este sorriu e disse que havia muitas outras coisas que surpreenderiam Omar.

A formiga então disse: “Deixe-me falar sobre o lado de dentro de nosso ninho. Nossas colônias consistem de uma formiga rainha, formigas machos, soldados e formigas operárias.




Trabalhadores
ativos em serviço.

A rainha e as formigas machos mantêm nossa espécie viva. A rainha é maior que todos nós. O dever dos machos é fazer com que a rainha produza novas formigas. Os soldados são responsáveis por proteger nossa colônia, caçar, e encontrar novos locais para ninhos. O último grupo consiste de formigas operárias. Todas as operárias são formigas fêmeas estéreis.

Isto é, elas não podem dar à luz novas formigas.
Elas cuidam da rainha e seus bebês, limpam e alimentam os mesmos. Além disso, elas também têm que fazer todos os outros serviços na colônia. Elas constroem novos corredores no ninho, procuram por comida e limpam o ninho. As formigas operárias e soldados também se dividem em grupos menores. Algumas dessas são reprodutoras, construtoras e caçadoras de comida. Cada grupo tem uma função diferente. Enquanto um grupo luta contra os inimigos, ou caça, outro grupo constrói o ninho, e um outro ainda cuida da limpeza e reparos do mesmo”.

Conforme o amiguinho de Omar explicava tudo aquilo, ele ouvia maravilhado, e depois perguntou: “Você nunca fi ca entediado, esperando à entrada do ninho o tempo todo? Qual é o seu dever no ninho?”

A formiga explicou:

“Eu sou uma operária também, e meu dever é servir aqui como porteiro. Como você vê, minha cabeça é grande o sufi ciente para cobrir o buraco de entrada do ninho. Fico feliz de ter esta capacidade, e eu cumpro meu dever com grande prazer. Eu nunca fi co entediado; pelo contrário, eu fi co muito contente por proteger amigos contra as ameaças”.

Omar não conseguia parar de se admirar com a resposta de seu amigo. As formigas fi cavam trabalhando o tempo todo para ajudar outros, sem nenhuma consideração para consigo mesmas e sem qualquer problema – uma coisa que nem as pessoas conseguem fazer a maior parte do tempo.

Pelo que seu amiguinho já lhe tinha dito, Omar pode compreender facilmente que o trabalho do ninho era perfeitamente dividido entre as formigas. Era óbvio que a vida das formigas era muito bem-organizada e que todas as formigas tinham de ser bastante altruístas. Então ele fi cou imaginando se elas não tinham brigas entre si por alguma delas se considerar melhor ou mais forte que as outras. Seu amiguinho disse que nada daquilo jamais ocorrera e adicionou:

“Nós somos uma grande família, Omar. Não há ciúme, competição ou ambição entre nós. Nós sempre ajudamos umas às outras e fazemos nosso melhor para servir à colônia Tudo na colônia é baseado em sacrifício. Cada formiga pensa no bem de suas amigas primeiro, e só então nela mesma. Deixe-me dar-lhe um exemplo.

Quando há falta de comida na colônia, as formigas operárias imediatamente se transformam em formigas “alimentadoras”, e começam a alimentar outras com a comida de reserva em seus estômagos. Quando há bastante comida na colônia, elas voltam a ser operárias.

Eu costumava ouvir pessoas dizendo que há competição entrecoisasvivas nanatureza.

Nuncaacredite no que eles dizem. Nós sabemos muito bem que nóstemos de cooperar para sermos bem sucedidos.”

Omar disse que o que a formiguinha lhe dissera sobre si mesma e sobre sua colônia era um exemplo muito bom disso. Ele estava muito feliz por saber que Deus a havia criado tão altruísta, ajudadora e que ela gostava tanto de seus amigos. Depois do que seu amigo lhe dissera, Omar decidiu ser pelo menos mais cuidadoso para com os outros como as formigas o eram, e ser uma boa pessoa a quem Deus ama.

Já era bastante tarde e ele precisava ir para a escola. Ele disse a seu amigo que tinha de ir, mas que voltaria com certeza para vê-lo no dia seguinte.

 
   
  
   
1 / total 2
You can read Harun Yahya's book O Mundo De Nossas Pequenas Amigas As Formigas online, share it on social networks such as Facebook and Twitter, download it to your computer, use it in your homework and theses, and publish, copy or reproduce it on your own web sites or blogs without paying any copyright fee, so long as you acknowledge this site as the reference.
About this site | fazer sua pagina inicial | Add to favorites | RSS Feed
todos os materiais publicados sobre este site internet podem ser copiados,imprimidos e distribuidos sempre abordando o site como referencia
(c) All publication rights of the personal photos of Mr. Adnan Oktar that are present in our website and in all other Harun Yahya works belong to Global Publication Ltd. Co. They cannot be used or published without prior consent even if used partially.
www.harunyahya.com Harun yahya @1994.Todos direitos reservados.Nossos materiais podem ser copiados,imprimidos e distribuidos colocando o site como referencia
page_top